"Argentina escolheu mal", diz Bolsonaro sobre vitória de Fernández
capa

"Argentina escolheu mal", diz Bolsonaro sobre vitória de Fernández

Presidente afirmou que não pretende parabenizar novo chefe de Estado da Argentina

Por
AE

Jair Bolsonaro segue em viagem para o Catar

publicidade

O presidente Jair Bolsonaro criticou a eleição do peronista Alberto Fernández, que tem como vice a ex-presidente Cristina Kirchner, à presidência da Argentina. "Lamento. Não tenho bola de cristal, mas acho que a Argentina escolheu mal", disse Bolsonaro na saída do hotel Emirates Palace, em Abu Dabi, nesta segunda-feira, 28. O próximo destino do presidente no périplo que faz pela Ásia e pelo Oriente Médio é Doha, no Catar. O chefe de Estado brasileiro demonstrou incômodo com uma imagem publicada no domingo, 27, por Fernández em apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silvia, preso desde o ano passado no âmbito da Operação Lava Jato. 

"O primeiro ato do Fernández foi Lula livre, dizendo que está preso injustamente. Já disse a que veio", afirmou o presidente. Bolsonaro deixou claro que não pretende parabenizar o presidente eleito da Argentina pela vitória, mas ponderou que não vai "se indispor" com o país vizinho em um primeiro momento. "Vamos esperar o tempo para ver qual é a real posição dele na política. Porque ele vai assumir, vai tomar pé do que está acontecendo e vamos ver qual linha ele vai adotar." 

Nos últimos dias, Bolsonaro deu declarações em diferentes tons sobre a iminente vitória de Fernández, desde suspender a Argentina do Mercosul até intensificar as relações comerciais com o país. Nesta segunda, disse que "por enquanto continua tudo bem com o Mercosul". 

Bolsonaro também voltou a dizer que poderia pedir a suspensão da Argentina do bloco continental. "Se interferir (no acordo Mercosul-União Europeia), segundo o Paulo Guedes, a gente junta com o Paraguai, não sei o que vai acontecer na eleição do Uruguai, e pode ver se Argentina fere alguma cláusula para suspendê-la. Mas a gente espera que isso não seja necessário", disse Bolsonaro. "Ele (Fernández) disse há algum tempo que sairia do Mercosul, quando esteve visitando o Lula em Curitiba, e vamos esperar agora o banho de realidade que ele vai ter", disse. "Não está indo bem a Argentina, já ouvi falar que muita gente vai tirar dinheiro de lá", declarou.