Ataque aéreo mata seis membros de uma família em Gaza
capa

Ataque aéreo mata seis membros de uma família em Gaza

Número de mortes em confrontos subiu para 32 em dois dias

Por
AFP

Em resposta a morte de líder, Palestina disparou mísseis contra Israel

publicidade

Um ataque aéreo israelense matou seis membros de uma mesma família palestina no sul da Faixa de Gaza, informou nesta quinta-feira o ministério da Saúde do enclave palestino. "Seis membros da família Abu Malhous, entre eles três menores e duas mulheres, perderam a vida em um bombardeio israelense contra a casa da família em Deir al Balah, no sul da Faixa de Gaza", informou o ministério da Saúde deste território controlado pelo movimento radical islâmico Hamas.

Com as seis vítimas, o número de mortos na região sobe a 32 desde a terça-feira, quando o Exército hebreu iniciou uma série de ataques contra membros da Jihad Islâmica, em represália ao disparo de mais de 350 foguetes da Faixa de Gaza contra Israel.

O Exército israelense matou na terça-feira Baha Abu al Ata, um comandante da Jihad Islâmica, e sua mulher. Em resposta ao ataque, a Jihad Islâmica disparou foguetes contra Israel, que multiplicou seus bombardeios contra posições deste grupo islâmico. O Exército hebreu acusa a Jihad Islâmica de utilizar escudos humanos para se proteger dos ataques israelenses.

O emissário das Nações Unidas para o Oriente Médio, Nickolay Mladenov, chegou nesta quarta-feira ao Cairo para tratar de deter esta nova escalada da violência, com a ajuda dos egípcios, que têm uma forte influência em Gaza e relações oficiais com Israel. "O Egito exorta as facções palestinas e a Jihad Islâmica a um cessar-fogo imediato", declarou à AFP nesta quinta-feira um alto funcionário egípcio.