Ataque a escritório deixa vinte mortos no Afeganistão
capa

Ataque a escritório deixa vinte mortos no Afeganistão

Local pertencia ao candidato oficialista à primeira vice-presidência

Por
AFP

Cerca de 150 pessoas foram socorridas depois da explosão

publicidade

Vinte pessoas morreram em um ataque no domingo em Cabul contra o escritório do candidato oficialista ao cargo de primeiro vice-presidente, conhecido por suas posições hostis contra o Talibã, segundo um novo balanço divulgado nesta segunda-feira pelo ministério do Interior. Cerca de 50 pessoas ficaram feridas, segundo o ministério.

Quatro das 20 pessoas mortas e sete dos feridos eram membros das forças de segurança, de acordo com a mesma fonte. "Os outros são civis", precisou em um comunicado. Cerca de 150 pessoas foram socorridas depois que um carro-bomba explodiu e três homens armados atacaram o escritório do Green Trend, uma organização da sociedade civil fundada pelo candidato a primeiro vice-presidente Amrullah Saleh, presente na lista do presidente Ashraf Ghani, que buscará a reeleição nas eleições marcadas para 28 de setembro.

O ataque terminou durante a noite, seis horas após a primeira deflagração, segundo o porta-voz do ministério do Interior, Nasrat Rahimi. Por enquanto, não foi reivindicado. Presente no local do ataque, Saleh, ex-ministro do Interior e ex-chefe de inteligência, conhecido por suas posições hostis contra o Talibã, foi evacuado por seu serviço de segurança. Em sua conta no Twitter, a AGT anunciou rapidamente que Saleh estava "bem".