Boeing registra nova queda abrupta trimestral de entrega de aviões
capa

Boeing registra nova queda abrupta trimestral de entrega de aviões

Wall Street prevê forte queda dos lucros da empresa

Por
AFP

Wall Street prevê forte queda dos lucros da empresa

publicidade

A Boeing reduziu em dois terços a entrega de aviões no segundo trimestre do ano, quando a proibição de voos de seus 737 MAX prejudicou seus resultados, informou a empresa nesta terça-feira. Nos três meses concluídos em 30 de setembro, a gigante da aeronáutica entregou 63 aviões contra 190 no mesmo período do ano passado.

Os dados são a última demostração do impacto nas finanças e perspectivas da Boeing da retirada de serviço de todos os aviões MAX após dois acidentes que deixaram 346 mortos. A entrega de aviões é acompanhada com atenção por Wall Street porque é vinculada às receitas das empresas.

Os analistas projetam para 2019 uma forte queda dos lucros da Boeing devido a essa situação.