Câmara dos Comuns britânica será convocada nesta quarta
capa

Câmara dos Comuns britânica será convocada nesta quarta

Após derrota judicial, Johnson busca solução para Brexit dentro do prazo

Por
AFP

Presidente da Câmara dos Comuns anunciou retorno de atividades parlamentares

publicidade

O presidente da Câmara dos Comuns, John Bercow, disse nesta terça-feira que o parlamento britânico vai retomar seus trabalhos nesta quarta-feira depois que o Supremo Tribunal determinou que a decisão do primeiro-ministro Boris Johnson de suspendê-lo era ilegal. "Eu instruí as autoridades a tomar as medidas necessárias para garantir que a Câmara dos Comuns se reúna amanhã", disse Bercow aos jornalistas diante do Parlamento.

Os 11 juízes da Suprema Corte determinaram de forma unânime que a decisão de Boris Johnson de pedir à rainha Elizabeth II a suspensão do Parlamento por cinco semanas, até 14 de outubro, faltando duas semanas para o Brexit, é "ilegal, nula e sem efeito".

Antes da suspensão parlamentar, Johnson sofreu uma rebelião entre os deputados conservadores, perdeu a maioria absoluta no Parlamento, viu ser aprovada uma lei que o forçaria a solicitar um novo adiamento do Brexit e teve negada sua proposta de eleições antecipadas.