Carro de presidente argentino tem vidros quebrados por pedradas

Carro de presidente argentino tem vidros quebrados por pedradas

Ninguém ficou ferido após o ataque de grupo contrário ao governo

AFP

Carro de Mauricio Macri foi apedrejado

publicidade

Manifestantes contrários ao governo atacaram nesta quarta-feira a pedradas o carro no qual o presidente argentino, Mauricio Macri, se deslocava por uma vila turística do sul do país e quebraram os vidros do veículo. Ninguém ficou ferido, informou o governo em um comunicado.

"Um grupo de cerca de dez pessoas lançou pedras contra o veículo no qual se deslocava o presidente Macri em direção ao evento de inauguração do Centro de Interpretação e Informação Turística de Villa Traful, provocando a ruptura de dois vidros do veículo", revelou a presidência em uma nota.

A agenda do chefe de Estado "continua de forma normal", indicou a declaração oficial. Macri inaugurou o escritório turístico, localizado na província de Neuquén, 1.600 km a sudoeste de Buenos Aires.

No dia 12 de agosto, Macri precisou interromper um ato político na cidade de Mar del Plata (sul) após uma manifestação opositora na qual jovens lançaram pedras contra veículos de funcionários do governo.

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895