Chuvas e inundações matam seis no sul da Espanha

Chuvas e inundações matam seis no sul da Espanha

Tempestade forçou retirada de pelo menos 3.500 pessoas

Agência Brasil e AE

Chuva que atinge Espanha desde quinta fez transbordar rio em várias áreas

publicidade

Subiu para seis o número de mortos em consequência da tempestade que atingiu a Espanha. Os estragos são vários, provocados pela chuva torrencial e as inundações dos últimos dias. A chuva, que desde quinta-feira atinge o sudeste de Espanha, também forçou a retirada de pelo menos 3.500 pessoas, fez transbordar o Rio Segura em várias áreas e deixou graves danos materiais e econômicos.

As fortes chuvas que caem no sudeste da Espanha, provocando inundações em províncias como Valência, Alicante, Murcia, Almería, Granada e Albacete, deixaram seis mortos, danos estruturais e um colapso no sistema de transporte. As vítimas foram registradas em três incidentes separados, em que automóveis foram arrastados pela força das águas, além de um veículo que ficou submerso.

O presidente do governo espanhol, Pedro Sánchez, visita as áreas mais afetadas, em Alicante e Múrcia.

Um homem de 41 anos morreu na localidade de La Matanza, perto de Orihuela, segundo as autoridades de Alicante, elevando para seis o número de mortos. O corpo foi descoberto depois de forte chuva no município de La Vega Baja del Segura, que provocou inundações. O homem estava desaparecido desde ontem e é a segunda vítima da chuva na Comunidade Valenciana e a sexta no país.


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895