Ciberataque atinge Pensacola, cidade americana onde saudita atacou base naval
capa

Ciberataque atinge Pensacola, cidade americana onde saudita atacou base naval

Suposto ataque virtual afeta os correios eletrônicos, algumas linhas de telefone da cidade e pagamentos on-line

Por
AFP

Prefeito não confirmou se o potencial ciberataque está vinculado ao ataque


publicidade

Autoridades reportaram nesta segunda-feira um incidente cibernético na Prefeitura de Pensacola, mesma cidade do norte da Flórida onde fica a base naval americana atacada na sexta-feira por um estudante saudita. O suposto ataque virtual, realizado no fim de semana, afeta os correios eletrônicos, algumas linhas de telefone da cidade e pagamentos on-line, entre eles os da companhia energética e de serviços sanitários, informou a autoridade local.

"Neste ponto estamos agindo em duas direções diferentes", disse o prefeito, Grover Robinson, em coletiva de imprensa. "Estamos tratando-o do ponto de vista legal (...), tentando descobrir quem o executou. Segundo, estamos tentando recuperar nosso sistema".

Na sexta-feira, na mesma cidade, Mohamed Alshamrani, um membro de 21 anos da Força Aérea Saudita abriu fogo contra uma base aeronaval em Pensacola, matando três pessoas antes de ser morto pela Polícia. O prefeito não confirmou se o potencial ciberataque está vinculado a este incidente.


O FBI, que investiga o ataque de Alshamrani como um possível atentado terrorista, indicou que trabalha com a administração da cidade de Pensacola nas investigações sobre a interrupção dos serviços cibernéticos. "A cidade de Pensacola notificou o FBI sobre um potencial incidente cibernético. Estamos provendo serviços para assisti-los. Não há informação adicional no momento", informou o escritório local do FBI em Jacksonville, Florida.