Cinco ativistas pró-democracia de Hong Kong buscam asilo nos EUA

Cinco ativistas pró-democracia de Hong Kong buscam asilo nos EUA

50 líderes da oposição estavam presos em nome da Lei de Segurança Nacional, imposta no final de junho por Pequim a Hong Kong, após os gigantescos protestos de 2019

AFP

Em 2019, uma onda de protestos se espalhou pelo mundo pedindo a libertação de Hong Kong do governo chinês

publicidade

Cinco ativistas pró-democracia de Hong Kong chegaram aos Estados Unidos nesta semana com a intenção de pedir asilo, anunciou neste sábado um grupo de defesa das liberdades com sede nesse país.

Sua fuga ocorre após uma grande repressão de mais de 50 líderes da oposição de Hong Kong que foram presos em nome da Lei de Segurança Nacional, imposta no final de junho por Pequim a Hong Kong, após os gigantescos protestos de 2019.

"Os ativistas, todos menores de 30 anos, participaram dos protestos pró-democracia em Hong Kong, foram presos e acusados e fugiram da cidade de barco em julho", disse à AFP Samuel Chu, fundador da Hong Kong Democracy Council (HKDC), uma organização que defende a causa dos ativistas de Hong Kong diante dos políticos, dos meios de comunicação e do público dos Estados Unidos.

"Me sinto aliviado e espero com interesse dar as boas-vindas aos Estados Unidos e ajudar-lhes a buscar asilo e construir uma nova vida", acrescentou.

Veja Também


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895