Coreia do Norte quer reduzir presença da ONU em seu território

Coreia do Norte quer reduzir presença da ONU em seu território

Relações devem ser discutidas no final de setembro entre António Guterres e autoridades norte-coreanas

AFP

Pyongyang fez a solicitação através de uma carta

publicidade

A ONU informou nesta quinta-feira que discute com a Coreia do Norte um pedido encaminhado no mês passado por Pyongyang para que a organização reduza sua presença no país. Numa entrevista coletiva, o porta-voz da entidade Stéphane Dujarric declarou que "as atuais operações das Nações Unidas deixam uma pequena marca no território norte-coreano". Pyongyang fez a solicitação através de uma carta, na qual exigiu a redução da presença da ONU até o fim do ano.

As Nações Unidas contam com dezenas de funcionários na Coreia do Norte, incluindo o Programa Mundial de Alimentos, o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento e o Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância). "Deve-se lembrar que em 2018, a ONU e ONGs internacionais prestaram assistência humanitária a mais de dois milhões de pessoas, incluindo projetos relacionados à segurança alimentar, nutrição e saúde", acrescentou o porta-voz para defender a manutenção do contingente.

As relações da ONU com a Coreia do Norte devem ser discutidas no final de setembro entre o secretário-geral da entidade, António Guterres, e as autoridades norte-coreanas presentes à Assembleia Geral das Nações Unidas.


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895