Denúncias de violência contra mulheres aumentaram 35% em abril, diz Damares

Denúncias de violência contra mulheres aumentaram 35% em abril, diz Damares

Segundo a ministra, o aumento é reflexo do isolamento social por conta da pandemia do novo coronavírus

Por
AE

"Agressores e vítimas passaram a conviver 24 horas na mesma casa", disse Damares


publicidade

A ministra da Mulher, da Familia e dos Direitos Humanos, Damares Alves, afirmou nesta sexta-feira que as denúncias de violência contra a mulher aumentaram 35% em abril, em relação ao mesmo mês do ano passado.

Segundo a ministra, o aumento é reflexo do isolamento social por conta da pandemia do novo coronavírus. "Agressores e vítimas passaram a conviver 24 horas na mesma casa", disse no evento de lançamento da campanha de conscientização e enfrentamento à violência doméstica.

Damares anunciou que, além do Ligue 180, as denúncias poderão ser registradas pela internet, por meio de um aplicativo específico. O programa também foi desenvolvimento para registro em Libras. A ferramenta, segundo ela, possibilita que a vítima denuncie a violência de forma silenciosa.


Durante discurso, a ministra lamentou que o governo tenha que lançar uma campanha sobre violência doméstica. Ao falar que a pandemia atrapalhou planos do governo, a ministra se referiu ao novo coronavírus como um "bichinho".