Em último discurso, Trump deseja sorte ao sucessor e diz que "estará de volta de alguma forma"

Em último discurso, Trump deseja sorte ao sucessor e diz que "estará de volta de alguma forma"

Republicano disse que Biden provavelmente terá sucesso porque sua gestão deixou bases sólidas

Correio do Povo

Trump falou a um grupo de apoiadores na base Base Conjunta de Andrews

publicidade

Menos de 20 minutos após deixar a Casa Branca pela última vez como presidente dos Estados Unidos, Donald Trump fez seu último discurso no cargo. Ele falou a um grupo de apoiadores na base Base Conjunta de Andrews em um discurso curto e agradeceu ao povo norte-americano e celebrou o que chamou de "números incríveis" na economia. "Vou sempre lutar por vocês, vou estar olhando e assistindo. O futuro desse país nunca foi melhor. Desejo sorte e sucesso para o próximo governo. Acho que terão, porque eles têm as bases sólidas para isso. Apenas um tchau e estaremos de volta de alguma forma. Tenham uma boa vida, eu os verei em breve", disse o republicano em suas últimas palavras antes de partir rumo à Florida no avião AirForce One.

"Vocês são incríveis e esse é um país maravilhoso. Foi minha maior honra ter sido o presidente de vocês", afirmou Trump, que deixa o cargo com a menor aprovação da história de pesquisas de opinião no país. Em sua fala, o magnata, que fez sua estreia no mundo político em um dos cargos mais cobiçados do planeta, destacou a votação expressiva que teve no ano passado durante a busca por reeleição e não falou em fraude. "Tivemos 75 milhões de votos, um recorde para um presidente", celebrou.

Disse que, durante sua gestão, os EUA tiveram a melhor economia do mundo e foram a melhor nação para se viver. "Cortamos impostos pelas maiores taxas da história. Espero que não aumentem seus impostos. Se fizerem, eu avisei", disse, arrancando risos dos fãs que acenavam com bandeiras e bonés com a inscrição "Make America Great Again". Durante sua fala, sequer mencionou o nome de Joe Biden.

Trump afirmou que seu legado econômico sofreu um baque pela pandemia, mas afirmou, que mesmo assim, os "números de trabalho foram incríveis". Comentou que, não fosse a Covid-19, todos teriam visto índices recordes. "O mercado de ações está maior do que antes da pandemia, então posso dizer que o reconstruímos duas vezes", disse. Ele também agradeceu a sua família. "Poderiam ter tido uma vida mais fácil. Foi muito especial, nossa primeira-dama foi uma mulher de graça e dignidade, tão popular com as pessoas". 

"Vírus chinês"

Durante sua fala, Trump voltou a se referir ao coronavírus como "vírus chinês" e pediu cuidado com Pequim. "Quero deixar meu amor a todas as pessoas incríveis que sofreram com o vírus chinês. Todos nós sabemos de onde veio, então tenham muito cuidado. Deixo meu amor a todos que sofreram", comentou.

Sobre a vacina, disse que foi responsável por um verdadeiro "milagre médico": "vacina desenvolvida em nove meses, não nove anos". "É uma grande conquista. Vocês verão ótimos números nos próximos meses. Como se diz no esporte, deixemos tudo em campo, não precisamos vir aqui e dizer que poderia ter trabalhado mais".

Veja Também


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895