Equador entregará aos EUA material informático de Assange
capa

Equador entregará aos EUA material informático de Assange

Equipamento foi usado durante anos pelo fundador do WikiLeaks

Por
AFP

Ministério Público do Estado equatoriano autoriza que seja realizada a apreensão do equipamento

publicidade

O Equador autorizou a apreensão em sua embaixada de Londres do equipamento de informática usado durante anos por Julian Assange, para entregá-lo aos Estados Unidos, informou nesta segunda-feira a defesa do fundador do WikiLeaks com base em um documento atribuído à justiça equatoriana. Segundo o documento, o Ministério Público do Estado equatoriano autoriza que seja realizada a apreensão do equipamento, uma concessão feita dentro da ajuda penal internacional requerida pelas autoridades americanas e iniciada com o governo de Lenín Moreno em 2018.

O advogado de Assange no Equador, Carlos Poveda, afirmou que apresentou um ofício para pedir que a diligência seja suspensa e, em caso da promotoria insistir, garantir ao menos a presença de seu cliente durante a revista. O texto - um e-mail assinado pela Procuradoria Geral do Equador, cuja autenticidade não pôde ser confirmada pela AFP com outras fontes - autoriza o "registro e apreensão" de "documentos, arquivos e material similar que possam ser relevantes para esta investigação".

Da mesma forma, autoriza a apreensão de "dispositivos de armazenamento eletrônico em qualquer forma que exista", como computadores, tablets, telefones celulares, drives USB, CDs ou discos rígidos.