EUA dizem esperar que OMS conduza investigação transparente sobre origem da Covid-19

EUA dizem esperar que OMS conduza investigação transparente sobre origem da Covid-19

Reportagem do Wall Street Journal revela que três pesquisadores do Instituto de Virologia de Wuhan ficaram doentes em novembro de 2019

AE

Jen Psaki disse que não há dados para se tirar uma conclusão sobre origem da Covid-19

publicidade

A porta-voz da Casa Branca, Jen Psaki, afirmou nesta segunda-feira que o governo dos Estados Unidos espera que a Organização Mundial da Saúde (OMS) conduza uma investigação "transparente" e "independente" sobre as origens da Covid-19. Durante uma coletiva de imprensa, a assessora disse que não há dados e informações suficientes para se tirar uma conclusão sobre o assunto no momento. "Todos neste país desejam saber como isso começou, onde isso começou", declarou Psaki.

A porta-voz havia sido questionada sobre uma reportagem do Wall Street Journal, publicada no fim de semana, segundo a qual três pesquisadores do Instituto de Virologia de Wuhan, na China, ficaram doentes em novembro de 2019 e procuraram atendimento hospitalar.

De acordo com o jornal, a informação pode aumentar a pressão por uma investigação mais completa sobre a possibilidade de o coronavírus ter "escapado" de um laboratório.

Durante a coletiva, Psaki também afirmou que ainda não há uma data definida para o encontro entre o presidente americano, Joe Biden, e o mandatário da Rússia, Vladimir Putin.

Veja Também

 


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895