EUA manifestam preocupação com "repressão violenta" a manifestantes no Irã

EUA manifestam preocupação com "repressão violenta" a manifestantes no Irã

Afirmação foi feita por um porta voz do Departamento de Estado neste sábado

AFP

Manifestantes protestam no Irã

publicidade

Os Estados Unidos estão "muito preocupados" com a "violenta repressão" aos manifestantes "pacíficos" em Isfahan, no Irã, disse um porta-voz do Departamento de Estado neste sábado (27).

"O povo iraniano tem o direito de expressar sua frustração e cobrar seu governo", tuitou Ned Price, referindo-se ao descontentamento da população local com a seca na região.

Pelo menos 67 pessoas foram presas após confrontos com a polícia na sexta-feira durante um novo protesto contra a seca de um importante rio em Isfahan, a terceira maior cidade do país, de acordo com a polícia iraniana.

Por mais de duas semanas, os moradores organizaram manifestações para reclamar da terrível seca que atinge a região há anos.

Eles culpam as autoridades por desviarem água da cidade para abastecer a província vizinha de Yazd, que também precisa desesperadamente de água.

As prisões foram realizadas pela polícia, a Guarda Revolucionária, o exército ideológico da República Islâmica e os serviços de inteligência.

Os Estados Unidos e o Irã estão programados para retomar as negociações indiretas em Viena na segunda-feira para tentar salvar o acordo nuclear iraniano.


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895