EUA sancionam ministro iraniano das Relações Exteriores

EUA sancionam ministro iraniano das Relações Exteriores

Sanções implicam congelamento dos ativos que ministro possa ter nos EUA e proibição de negociações com ele

AFP

Tensões entre os dois países se intensificaram nas últimas semanas

publicidade

O Departamento do Tesouro dos Estados Unidos anunciou nesta quarta-feira sanções contra o ministro iraniano das Relações Exteriores, Mohamad Javad Zarif, em um momento de aprofundamento das tensões entre os dois países. "Javad Zarif implementa a agenda temerária do líder supremo do Irã e é o principal porta-voz do regime no mundo", disse em um comunicado o secretário do Tesouro, Steven T. Mnuchin.

Em 24 de junho, o Tesouro impôs sanções ao líder supremo do Irã, aiatolá Ali Khamenei como parte da estratégia impulsionada por Washington para pressionar o Irã depois de os Estados Unidos decidirem se retirar do acordo nuclear de Teerã. Estas sanções implicam o congelamento de todos os ativos que o ministro possa ter nos Estados Unidos e a proibição de ter negócios com ele.

"Os Estados Unidos está mandando uma mensagem clara ao regime iraniano de que seu comportamento recente é completamente inaceitável", disse Mnuchin.

As tensões entre os dois países se intensificaram nas últimas semanas, com ataques a petroleiros no Golfo, atribuídos por Washington a Teerã, e a apreensão de navios petroleiros por parte do regime iraniano e do governo britânico, respectivamente.

"O tema-chave é que ele teve esta fachada (...) de ser um interlocutor sincero e razoável do regime. O que queremos dizer hoje é que ele não é assim", disse um alto funcionário do governo de Donald Trump, que falou com a condição do anonimato.

Além de tentar congelar seus ativos, Washington também busca restringir sua capacidade de viajar, embora se espere que apesar das sanções, possa seguir visitando a sede da ONU em Nova York, mas com severas restrições.


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895