EUA vão desenvolver novos mísseis após saída do tratado INF
capa

EUA vão desenvolver novos mísseis após saída do tratado INF

Rússia afirma que EUA abandonaram acordo para próprio benefício

Por
AFP

Segundo Esper, Departamento da Defesa trabalhará em estreita colaboração com aliados

publicidade

Os Estados Unidos vão acelerar o desenvolvimento de novos mísseis terra-ar, após sua saída do tratado INF (Forças Nucleares de Alcance Intermediário) com a Rússia, formalizada nesta sexta-feira - informou o Pentágono. "Agora que nos retiramos, o Departamento da Defesa continuará plenamente com o desenvolvimento destes mísseis convencionais para lançamento terra-ar, como uma resposta prudente às ações da Rússia", declarou o secretário da Defesa, Mark Esper.

O chefe do Pentágono afirmou que os americanos começaram a pesquisar sobre estes sistemas de mísseis em 2017, enquanto permaneciam dentro do alcance do tratado INF.

Já que os Estados Unidos cumpriram "escrupulosamente" suas obrigações com o tratado de 1987 até sua saída formal, "estes programas estão nas etapas iniciais", afirmou Esper em um comunicado. "O Departamento da Defesa trabalhará em estreita colaboração com nossos aliados, à medida que avançamos na implementação da Estratégia de Defesa Nacional", acrescentou.

Moscou disse que Washington está cometendo um "grave erro" ao se retirar do tratado e insistiu em que os Estados Unidos abandonaram o acordo para seu próprio benefício, em vez das alegadas violações russas.