Evo Morales desembarca no México, onde viverá como asilado
capa

Evo Morales desembarca no México, onde viverá como asilado

Ex-presidente boliviano desembarcou por volta das 14h13min no país

Por
Correio do Povo

Evo Morales viverá em exílio no México

publicidade

O ex-presidente boliviano Evo Morales desembarcou no início da tarde desta terça-feira na Cidade do México, capital do México, onde viverá a partir de agora sob a condição de asilado. Acompanhado do seu vice, Álvaro García Linera, e da ex-ministra de Saúde, Gabriela Montaño, ele foi recebido com um abraço pelo secretário de Relações Exteriores do país, Marcelo Ebrard. Após passar por um corredor de repórteres que se formou na saída da pista, o ex-líder falou pela primeira vez publicamente desde que renunciou ao cargo, no domingo. Ele agradeceu ao presidente mexicano Andrés Manuel López Obrador: "Salvou minha vida".

Evo denunciou que a oposição estava oferecendo dinheiro em espécie para quem o entregasse. "Pelo triunfo no primeiro turno das eleições de 20 de outubro, o golpe de Estado começou. Três semanas se passaram e, infelizmente, a Polícia Nacional se juntou ao golpe político e cívico. Para que não haja mais fatos de sangue, mais confrontos, decidimos renunciar. O presidente do México salvou minha vida. Somos muito gratos, irmão chanceler, muito obrigado por salvar nossas vida", disse.

Pelas redes socias, Ebrard agradeceu a uma série de autoridades pela participação e apoio diplomático a bordo do avião da FAM que teve êxito na missão confiada à diplomacia mexicana.

Evo Morales renunciou no último domingo, horas depois de anunciar que a Bolívia teria novas eleições presidenciais – as que foram realizadas em outubro teriam sido fraudadas, de acordo com a Organização dos Estados Americanos (OEA). A renúncia foi o auge de uma crise que ainda não terminou e gera violência em ruas das principais cidades do país – até mesmo a casa onde Evo morava foi saqueada.