Frederico Westphalen registra segunda morte pelo novo coronavírus
capa

Frederico Westphalen registra segunda morte pelo novo coronavírus

Mulher de 70 anos faleceu nas dependências do Hospital Divina Providência

Por
Agostinho Piovesan

Também foi acrescido um novo caso confirmado no município


publicidade

O Hospital Divina Providência (HDP) e a Secretaria de Saúde de Frederico Westphalen confirmaram no início da noite deste sábado a segunda morte pelo novo coronavírus no município. Trata-se de uma mulher de 70 anos era pertencente ao grupo de risco e que estava acometida por outras comorbidade – obesidade, diabetes, hipertensão, insuficiência cardíaca e insuficiência renal. A paciente havia sido transferida de Trindade do Sul no dia 25 do mês passado.

O primeiro óbito por Covid-19 na cidade ocorreu na quarta-feira, uma mulher internada na ala oncológica. O HDP, por meio de boletim, também informou que foi confirmado mais um caso da doença no município, totalizando 13 pessoas infectadas.

Neste sábado, a Administração Municipal publicou um novo decreto que proíbe o consumo de bebidas alcoólicas em restaurantes, lanchonetes e outros estabelecimentos similares. O prefeito José Alberto Panosso disse que a medida tem por objetivo evitar aglomerações e a formação de filas.

Decretos anteriores já vedavam aglomeração de e a obrigatoriedade na utilizar máscaras, sob pena de multa em caso de descumprimento. “Estamos tomando todas as medidas, seguindo orientado do Governo do Estado, a fim de evitar a disseminação do vírus, levando em conta também o início do período de temperaturas mais baixas”, observa Panosso.


O prefeito informou, ainda, que a partir do convênio firmado entre o município e a Universidade Federal de Santa Maria, campus de Palmeira das Missões, a partir de agora deverá aumentar a aplicação testes do Covid-19 no município. O convênio prevê a realização, inicialmente, de mil testes. Mais de 80 amostras já foram coletadas e enviadas ao laboratório da universidade em Palmeira das Missões.