Funcionários da Amazon fazem greve na Alemanha por "Black Friday"

Funcionários da Amazon fazem greve na Alemanha por "Black Friday"

Sindicato convoca trabalhadores para greve no mesmo dia que grandes promoções são oferecidas pelo mercado varejista

AFP

funcionários da Amazon na Alemanha fazem greve no mesmo dia da Black Friday

publicidade

Cerca de 2.500 funcionários alemães da gigante americana Amazon entraram em greve nesta quinta-feira, coincidindo com as vendas da "Black Friday", para pedir melhores condições de trabalho, convocados pelo sindicato Ver.di. "Estamos convocando os trabalhadores de sete depósitos da Amazon para uma greve de três dias", disse o sindicato alemão de serviços em nota nesta quinta-feira.

O protesto, que começou nesta quinta-feira e vai até sábado, tem como objetivo dificultar a operação de vendas da "Black Friday". Paralisações estão previstas em vários centros de logística na Alemanha, em Leipzig, Bad Hersfeld, Rheinberg, Werne, Augsburg e Koblenz. O sindicato Ver.di estima o número de grevistas em "cerca de 2.500" em todo o país.

Veja Também

No momento, a mudança "não tem consequências para as entregas aos clientes, já que a maioria dos funcionários trabalha normalmente", disse a Amazon à AFP.

A Ver.di pede há anos que a Amazon reconheça os acordos coletivos regionais que se aplicam ao comércio a varejo e à entrega por correio, que o grupo rejeita. A Amazon emprega 16.000 pessoas na Alemanha e cerca de 10.000 trabalhadores temporários nesta época de vendas e festas de fim de ano.


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895