Furacão Laura evolui para 4 e já é considerado “extremamente perigoso”

Furacão Laura evolui para 4 e já é considerado “extremamente perigoso”

Velocidade dos ventos ultrapassa os 190 km/h

AE

Furacão Laura já é considerado extremamente perigoso

publicidade

Passando pelo Golfo do México e cada vez mais próximo do continente, o Furacão Laura evoluiu para a categoria quatro e já é considerado "extremamente perigoso" pelo Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos (NHC, na sigla em inglês), com ventos de até 193 km/h. A previsão é que o furacão chegue já na manhã desta quinta-feira, aos estados americanos de Texas e Louisiana.

"Tempestade catastrófica, ventos extremos e enchentes são esperados", diz o órgão americano. "Resta pouco tempo para proteger a vida e a propriedade antes que os ventos aumentem", alerta o NHC, em nota oficial. Existe a possibilidade de evolução à categoria cinco, a mais elevada.

O Furacão Laura já provocou o fechamento da maioria das plataformas de petróleo no Golfo do México. De acordo com dados de ontem do Escritório de Segurança e Fiscalização Ambiental (BSEE, na sigla em inglês) dos Estados Unidos, 84,3% da produção petrolífera da região está suspensa. As atualizações de hoje ainda não foram divulgadas.

 


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895