Ganhadores do Nobel afirmam que governo Trump evidencia risco nuclear
capa

Ganhadores do Nobel afirmam que governo Trump evidencia risco nuclear

Campanha contra desarmamento nuclear tem alcance simbólico, pois potências nucleares não assinaram pacto

Por
AFP

Diretora do grupo questionou se pessoas nos Estados Unidos, Japão e Coreia do Norte se sentem seguras


publicidade

A presidência de Trump coloca em evidencia o risco nuclear no mundo, afirmou nesta sexta-feira a Campanha Internacional para Abolir as Armas Nucleares (ICAN), depois do anúncio do Prêmio Nobel da Paz.  "A eleição do presidente Donald Trump deixou muitas pessoas desconfortáveis com o fato de que ele pode, sozinho, autorizar o uso de armas nucleares", declarou a diretora da ICAN, Beatrice Fihn, em Genebra.

Fihn também criticou o fato de o presidente americano "não ouvir os especialistas" e insistiu que sua supervisão de um grande arsenal nuclear "evidencia" perigos destas armas. "Se você se sente incômodo com a ideia de que Donald Trump pode ter armas nucleares (...), então deve ficar incomodado com a própria ideia de armas nucleares", completou.

Ela disse que "as armas nucleares não representam segurança nem estabilidade" e questionou se as pessoas nos Estados Unidos, Japão e Coreia do Norte "sentem-se especialmente seguras". "Nenhum país sério em termos de princípios humanitários deveria realizar semelhantes atividades nucleares", insistiu, antes de pedir um diálogo entre as partes.

A ICAN, uma coalizão de mais de 300 ONGs, estimulou um tratado histórico de proibição das armas nucleares que foi adotado por 122 países em julho, mas seu alcance é sobretudo simbólico, pela ausência das nove potências nucleares entre os signatários.