Homens armados matam 16 pessoas em mesquita na Nigéria

Homens armados matam 16 pessoas em mesquita na Nigéria

Enquanto fugiam em suas motocicletas, os agressores também atiraram e mataram uma outra pessoa na localidade vizinha de Kaboji

AFP

publicidade

Dezenas de homens armados mataram 16 pessoas, na segunda-feira, enquanto oravam dentro de uma mesquita em uma aldeia no centro-oeste da Nigéria – relataram autoridades locais nesta terça. Há vários anos, o centro e o noroeste nigeriano são palco da extrema violência cometida por grupos criminosos, que roubam gado, sequestram pessoas e atacam povoados. É rara, no entanto, a ação em lugares de culto.

Os assassinos invadiram na manhã de ontem o vilarejo de Maza-Kuka, no distrito de Mashegu, e abriram fogo em uma mesquita durante as orações matinais, deixando 16 mortos.

"Mataram a tiros 16 pessoas dentro da mesquita, enquanto oravam", disse o governador do estado do Níger, Ahmed Ibrahim Matane, acrescentando que outros três fiéis ficaram feridos - um deles, em estado crítico.

Veja Também

Enquanto fugiam em suas motocicletas, os agressores também atiraram e mataram uma outra pessoa na localidade vizinha de Kaboji, completou Matane, acrescentando que policiais e soldados foram enviados para a cena do crime para investigar o ataque.

Agindo, "a priori", sem motivação ideológica, estes grupos já atacaram escolas e universidades este ano. Segundo o Unicef, mais de 1.400 estudantes foram sequestrados.

Moradores de várias comunidades do estado do Níger relataram, recentemente, a chegada de combatentes jihadistas do nordeste do país a algumas aldeias isoladas. Esta região está há 12 anos nas mãos da insurgência islâmica.



Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895