Início de eleições locais na Alemanha colocam à prova popularidade de Angela Merkel

Início de eleições locais na Alemanha colocam à prova popularidade de Angela Merkel

Pesquisas indicam um fraco desempenho da União Democrática Cristã após denúncias feitas na última semana

AE

Início de eleições locais na Alemanha colocam à prova popularidade de Angela Merkel

publicidade

Eleições legislativas nos Estados de Bade-Vurtemberga e Renânia-Palatinado, neste domingo, começam uma maratona de pleitos na Alemanha que vai durar até o dia 26 de setembro, quando ocorrem eleições nacionais para definir o novo Parlamento. Pesquisas indicam um fraco desempenho da União Democrática Cristã, o partido da chanceler Angela Merkel, que deixará o cargo neste ano.

Denúncias feitas nas últimas semanas contra membros do partido, que teriam levado dinheiro em contratos para a compra de máscaras no início da pandemia, agravou o descontentamento da população, que já vem decepcionada com o início lento da vacinação contra a Covid-19 e a persistência das medidas de isolamento social.

Em Bade-Vurtemberga, região onde ficam as fábricas da Porsche e Daimler, o Partido Verde, do governador Winfried Kretschmann, no cargo desde 2011, deve ampliar seu poder. Já na Renânia-Palatinado, o Partido Social Democrata, da governadora Malu Dreyer, tomou a liderança nas pesquisas nas últimas semanas, e a disputa promete ser acirrada.


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895