capa

Incêndio atinge a catedral de Notre-Dame de Paris

Local é o monumento histórico mais frequentado da Europa

Por
AFP, R7 e AE

Chamas consomem a catedral de Notre-Dame

publicidade

Um incêndio atinge nesta segunda-feira a emblemática catedral de Notre-Dame de Paris. O fogo estaria relacionado ao trabalho de reformas da construção, segundo o corpo de bombeiros. Ainda conforme os bombeiros, o fogo começou na parte superior da catedral.  As chamas se projetam, além de seus dois sinos torres. Com o fogo, o pináculo da Notre Dame não resistiu e desabou. O processo de restauração em sua torre está estimado em US$ 6,8 milhões (R$ 26,8 milhões). 


A catedral de Notre-Dame, com cerca de 13 milhões de visitantes ao ano, é o monumento histórico mais frequentado da Europa, que data de 1163.  De acordo com o porta-voz da Notre-Dame, o incêndio começou no fim da tarde, hora local. Repórteres do jornal francês Le Parisien relataram que vários andaimes que circundaram a construção começaram a desabar por volta das 19h no horário local (14h no horário de Brasília). 

No Twitter, a prefeita de Paris, Anne Hidalgo, publicou que um "terrível incêndio" toma conta de Notre-Dame. Anne pediu que a população respeite o perímetro de segurança estabelecido pelos bombeiros que tentam controlar as chamas. 

O presidente francês Emmanuel Macron adiou o pronunciamento que faria nesta segunda em razão "do terrível acontecimento na catedral de Notre-Dame de Paris". Todas as emissoras de televisão do país exibem as imagens impressionantes da catedral gótica, um verdadeiro símbolo da capital francesa, sendo devorada pelas chamas.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, twittou que o incêndio em Paris é "horrível". "É tão horrível ver o enorme incêndio na catedral de Notre-Dame em Paris. Talvez possam usar aviões-tanque para apagá-lo. É preciso agir rapidamente!", afirma o tuíte.

 

Vídeos