Irã anuncia mais 15 mortes e fecha escolas e universidades por coronavírus

Irã anuncia mais 15 mortes e fecha escolas e universidades por coronavírus

A cidade sagrada xiita de Qom, ao sul de Teerã, é o foco da epidemia no país

AFP

Número de óbitos no Irã subiu para 107, depois que o país confirmou mais 15 mortes em decorrência do novo coronavírus

publicidade

As escolas e universidades no Irã permanecerão fechadas por um mês por decisão do ministério da Saúde, com o objetivo de limitar a propagação do novo coronavírus no país, que já registrou 107 mortes pela doença. "Escolas e universidades permanecerão fechadas até o fim do ano iraniano, 19 de março", declarou o ministro Said Namaki.

Nesta data começam as férias de Ano Novo, que prosseguem até 3 de abril. As universidades de todo o país já estavam fechadas há vários dias, assim como as escolas de várias províncias. O Irã informou nesta quinta-feira mais 15 mortes pela Covid-19, totalizando 107 óbitos.

A cidade sagrada xiita de Qom, ao sul de Teerã, é o foco da epidemia no Irã, um dos países mais afetados pelo novo coronavírus. Nesta localidade foram registradas as primeiras mortes, em 19 de fevereiro.


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895