Irã denuncia explosão em petroleiro por ataque com mísseis
capa

Irã denuncia explosão em petroleiro por ataque com mísseis

Projéteis atingiram casco do navio provocando vazamento no Mar Vermelho

Por
AFP

Projeteis foram lançados a mais de 100 quilômetros do porto

publicidade

Um petroleiro iraniano foi atingido nesta sexta-feira aparentemente por mísseis, a mais de 100 quilômetros do porto saudita da Jidá, o que provocou um vazamento de combustível no Mar Vermelho, informou a empresa proprietária do navio.

A National Iranian Tanker Company (NITC), operadora que administra a frota de petroleiros do Irã, afirmou em um comunicado que as duas explosões que afetaram o casco do navio "provavelmente foram provocadas por impactos de míssil".

"Todos os membros da tripulação estão sãos e salvos", informou a NITC, que também indicou que as pessoas a bordo do "Sabiti" estavam tentando reparar os danos. "Não há nenhum incêndio a bordo", afirmou a empresa pública, que negou a informação de um canal de televisão estatal iraniano sobre chamas no navio após uma explosão.

O incidente acontece em um momento de elevada tensão entre o Irã, de um lado, e Arábia Saudita e Estados Unidos, do outro. Em setembro, Riad e Washington acusaram Teerã de estar por trás dos ataques executados contra duas importantes instalações petroleiras do leste da Arábia Saudita, reivindicadas pelos rebeldes huthis do Iêmen.

O Irã negou qualquer envolvimento. A explosão desta sexta-feira aconteceu depois que o Irã interceptou vários petroleiros nos últimos meses na região do Golfo e da retenção de um navio iraniano em julho na costa de Gibraltar (extremo sul da península ibérica).