Irã pagará "alto preço" se atacar tropas dos EUA no Iraque, adverte Trump

Irã pagará "alto preço" se atacar tropas dos EUA no Iraque, adverte Trump

Estados Unidos e Irã estão em uma tensa batalha por influência no Iraque

AFP

Há várias semanas, centenas de soldados estrangeiros têm deixado o Iraque por medo de serem infectados com o novo coronavírus

publicidade

O presidente dos EUA, Donald Trump, alertou o Irã e seus aliados nesta quarta-feira que pagarão um "preço muito alto" se atacarem as tropas dos EUA estacionadas no Iraque. 

"De acordo com as informações e o que se acredita, o Irã ou seus aliados estão planejando um ataque furtivo contra tropas e/ou ativos dos EUA no Iraque. Se isso acontecer, o Irã pagará um preço muito alto, na verdade", tuitou o presidente, sem especificar se se baseou em relatórios de inteligência.

Os Estados Unidos e Irã estão em uma tensa batalha por influência no Iraque, onde Teerã tem poderosos aliados e Washington mantém laços estreitos com o governo. Cerca de 7.500 soldados estrangeiros são enviados ao Iraque como parte da coalizão liderada pelos Estados Unidos, que ajuda as tropas locais a combater grupos jihadistas, mas o número está diminuindo significativamente este mês. 

Há várias semanas, centenas de soldados estrangeiros têm deixado o Iraque por medo de serem infectados com o novo coronavírus e de ajudar as agências policiais em seus respectivos países. As bases iraquianas com tropas internacionais e embaixadas estrangeiras, particularmente a missão dos EUA, foram alvo de mais de duas dúzias de ataques com foguetes desde o final de outubro. 

Os ataques, atribuídos pelos Estados Unidos a um grupo armado apoiado pelo Irã, levantaram temores de uma guerra em solo iraquiano.


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895