Irã proíbe produtos dos EUA mesmo após suspensão das sanções
capa

Irã proíbe produtos dos EUA mesmo após suspensão das sanções

Ministro informou que esta medida foi tomada segundo uma carta do líder supremo iraniano

Por
AFP

publicidade

O Irã proibiu a entrada de todos os produtos de consumo americanos, apesar de o país se preparar para a suspensão das sanções internacionais após um acordo nuclear internacional, segundo uma diretriz do ministro da Indústria, Minas e Comércio, Mohammad Reza Nematzadeh, publicada nesta quinta-feira. 

"Para reforçar a produção nacional, é necessário (...) impedir a entrada de produtos de consumo americanos e proibir os produtos (...) que simbolizem a presença dos Estados Unidos no país", diz a diretriz publicada no site do ministério.

O ministro informou que esta medida foi tomada segundo uma carta do líder supremo iraniano, aiatolá Ali Khamenei, datada de 21 de outubro e destinada ao presidente Hassan Rohani, na qual ele destaca "a necessidade de reforçar a produção nacional". 

Em julho, o Irã e as grandes potências, entre as quais os Estados Unidos, alcançaram um acordo marco que prevê a suspensão das sanções econômicas impostas em troca de que Teera limite seu programa nuclear.