Irã "rejeita categoricamente" envolvimento em ataque a petroleiros

Irã "rejeita categoricamente" envolvimento em ataque a petroleiros

Teerã condena episódio "nos termos mais fortes possíveis"

AE

País advertiu contra a "coerção, intimidação e o comportamento maligno dos EUA"

publicidade

A missão do Irã na Organização das Nações Unidas (ONU) afirmou que seu governo "rejeita categoricamente" a alegação dos Estados Unidos de que o país persa seria responsável pelo ataque contra dois petroleiros. Além disso, Teerã condenou o episódio "nos termos mais fortes possíveis".

O comunicado divulgado na noite de quinta-feira pela missão afirma que o Irã "continua a estar preparado para ter um papel ativo e construtivo na garantia da segurança das passagens marítimas estratégicas, bem como para a promoção da paz, da estabilidade e da segurança na região".

O Irã advertiu contra a "coerção, intimidação e o comportamento maligno dos EUA" e expressou preocupação "com incidentes suspeitos" com os dois petroleiros nesta quinta-feira. 


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895