Irã se opõe à ação militar da Turquia na Síria
capa

Irã se opõe à ação militar da Turquia na Síria

Chanceler turco prometeu que intervenção na região terá caráter temporário

Por
AFP

Irã é aliado do governo Bashar Al Assad na Síria

publicidade

O ministro das Relações Exteriores iraniano, Mohamad Javad Zarif, expressou ao colega turco, Mevlut Cavusoglu, a oposição de Teerã a uma ação militar de Ancara em território sírio. Em uma conversa telefônica na segunda-feira, Zarif e Cavusoglu conversaram sobre a "evolução recente da situação no nordeste da Síria", afirma um comunicado divulgado pelo ministério iraniano das Relações Exteriores.

Cavusoglu "insistiu na necessidade de respeitar a integridade territorial síria e garantiu que a operação da Turquia na região seria temporária", completa o texto. Zarif "expressou a oposição (do Irã) à ação militar, pediu respeito à integridade territorial e à soberania da Síria e ressaltou a necessidade de lutar contra o terrorismo e estabelecer a estabilidade e a segurança no país".

Aliado do regime sírio de Bashar Al Assad, o governo do Irã estimula, ao lado da Turquia (que respalda os rebeldes) e da Rússia (que apoia Damasco), o processo de negociações sobre a Síria, conhecido como Astana, iniciado em 2017. O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou no domingo a retirada das tropas do país do norte da Síria, o que abre o caminho para uma ofensiva turca contra milícias curdas.