Israel aplica quarta dose da vacina anticovid no grupo acima de 60 anos

Israel aplica quarta dose da vacina anticovid no grupo acima de 60 anos

País aposta na imunização para tentar amenizar os efeitos da nova onda de Covid-19 nas pessoas mais vulneráveis

AFP

Israelenses a partir dos 60 anos e pessoal médico poderão receber uma quarta dose da vacina

publicidade

Israel começou, nesta segunda-feira (3), a administrar a quarta dose da vacina contra o coronavírus em pessoas com 60 anos ou mais. A aplicação ocorre em meio a um aumento de casos provocado pela variante ômicron. No domingo à noite, o primeiro-ministro israelense, Naftali Bennett, anunciou que todos os israelenses a partir dos 60 anos e pessoal médico poderão receber uma quarta dose da vacina contra a covid-19, se tiverem sido imunizados com uma terceira dose há mais de quatro meses.

O governo aposta nessa quarta dose para tentar amenizar os efeitos da nova onda de Covid-19 nas pessoas mais vulneráveis. "A onda da ômicron está aqui e temos que nos proteger", declarou Bennett.

No caso dos imunossuprimidos, a quarta dose foi aprovada pelo governo na última quinta-feira (30), após a campanha de reforço iniciada no verão passado. Além disso, Israel recebeu, também na quinta-feira, a primeira entrega de comprimidos anticoronavírus da Pfizer.

Nas últimas 24 horas, o país registrou 6.562 casos, 50% a mais do que no dia anterior, de acordo com balanço do Ministério da Saúde. Deste total, apenas 110 são casos graves.

Veja Também



Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895