Japão confirma desistência de sistema de defesa americano antimísseis

Japão confirma desistência de sistema de defesa americano antimísseis

Programa havia sido avaliado em 4,2 bilhões de dólares

AFP

Ministro de defesa do Japão anunciou desistência do país em programa antimísseis

publicidade

O governo do Japão confirmou nesta quinta-feira que desistiu de instalar em seu território o sistema de defesa antimísseis americano Aegis Ashore, dez dias depois de anunciar a suspensão do caro e polêmico programa.

"O Conselho de Segurança Nacional discutiu o tema e chegou à conclusão de que a instalação do Aegis Ashore deve ser cancelada", afirmou o ministro da Defesa, Taro Kono, em uma reunião do Partido Liberal Democrata, do primeiro-ministro Shinzo Abe. Kono apresentou um pedido de "profundas desculpas" pelo fiasco.

Aprovada pelo governo Abe em 2017, no momento em que a Coreia do Norte executava testes balísticos perto do Japão, a compra - e manutenção durante 30 anos - deste sistema da fabricante americana Lockheed Martin havia sido avaliada em 4,2 bilhões de dólares. Um dos sistemas seria instalado na região de Akita (norte do país) e outro em Yamaguchi (oeste).

 


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895