Jeanine Áñez anuncia que será candidata nas eleições da Bolívia

Jeanine Áñez anuncia que será candidata nas eleições da Bolívia

Anteriormente, autoproclamada Chefe de Estado afirmou que não participaria do pleito no país

AE

Áñez se autoproclamou presidente da Bolívia em novembro do ano passado

publicidade

A senadora Jeanine Áñez, que preside a Bolívia interinamente desde a renúncia de Evo Morales, anunciou nesta sexta-feira que será candidata nas eleições do próximo dia 3 de maio. Áñez anunciou também a união de seu partido com forças que se aliaram ao ex-presidente Carlos Mesa no pleito anulado de outubro.

"Quero me dirigir às famílias bolivianas para anunciar que tomei a decisão de me apresentar como candidata nas eleições", declarou Áñez a vários de seus seguidores em La Paz, capital da Bolívia.

Na última terça-feira, quando uma possível candidatura começou a ser ventilada por aliados, Áñez disse que não entraria na briga eleitoral e que tinha cumprido seu papel ao convocar as eleições que serão realizadas daqui três meses.

Até então pouco conhecida nacional e internacionalmente, Áñez se autoproclamou presidente da Bolívia no dia 12 de novembro do último ano, dois dias após a renúncia de Evo Morales. A advogada de 52 anos era a segunda vice-presidente do Senado.


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895