Joe Biden assume como 46º presidente dos Estados Unidos

Joe Biden assume como 46º presidente dos Estados Unidos

Com o desafio de reunificar o país, democrata fez o tradicional juramento nesta tarde em Washington

Correio do Povo

Joe Biden faz juramento como presidente dos EUA

publicidade

Em uma tarde fria em Washington D.C. e em uma cerimônia marcada por peculiaridades, Joe Biden assumiu como o 46º presidente dos Estados Unidos nesta quarta. Aos 78 anos de idade, o ex-senador e ex-vice-presidente durante as gestões de Barack Obama, o democrata se tornou a pessoa mais velha a tomar posse do cargo mais importante da maior economia mundial. Às 13h49min (horário de Brasília), ele fez o tradicional juramento, com a mão sob um exemplar da Bíblia que está em sua família há 127 anos, perante o presidente da Suprema Corte, John Roberts, em cerimônia solene diante do Capitólio.

Uma tradição foi quebrada por Donald Trump ao não participar da posse. Essa foi a primeira vez desde 1869 que um presidente não passou o cargo para seu sucessor. Naquele ano, Andrew Johnson ficou ofendido porque o mandatário eleito, Ulysses S. Grant, não quis compartilhar uma carruagem com ele. Além disso, a grande área verde do National Mall, que fica lotada de norte-americanos durante esse evento, foi tomada por bandeiras, nas cores do país, a fim de evitar aglomerações e como forma de homenagem aos mortos pela Covid-19. E as ruas da capital foram preenchidas com 25 mil soldados da Guarda Nacional posicionados para evitar uma repetição do motim no Capitólio há duas semanas.

Diversas autoridades nacionais acompanharam o juramento de Biden e Kamala Harris, que assumiu como a primeira mulher o cargo de vice-presidente e é apontada como um dos futuros nomes para uma disputa eleitoral. Entre legisladores e convidados de alto nível estavam os ex-presidentes Barack Obama, George W. Bush e Bill Clinton e suas esposas, Michelle, Laura e Barbara. Jimmy Carter, o ex-presidente vivo mais velho (96 anos), anunciou durante a semana que não participaria por motivos de saúde. O ex-vice-presidente de Donald Trump, Mike Pence, esteve presente – antes, ele não participou da despedida do colega de partido.

Mesmo em formato reduzido, devido à pademia, a programação da cerimônia contou com as apresentações de Lady Gaga, que interpretou o hino americano, e de Jennifer Lopez.

Veja Também


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895