Jornalista americano detido em Mianmar é solto

Jornalista americano detido em Mianmar é solto

Danny Fenster estava detido desde maio pela junta militar do país e será expulso da região em breve

AFP

publicidade

Um jornalista americano detido desde maio pela junta militar em Mianmar foi libertado e será expulso do país em breve - uma fonte do governo birmanês à AFP nesta segunda-feira. Danny Fenster "está sendo conduzido" de Yangon, onde estava preso, para a capital Naipyidaw, e será expulso, acrescentou a mesma fonte, que não quis revelar sua identidade.

Fenster, de 37 anos, é o primeiro jornalista ocidental a ser detido em muitos anos em Mianmar, onde os militares tomaram o poder em fevereiro, derrubando o governo civil de facto liderado por Aung San Suu Kyi.

O repórter do veículo Frontier Myanmar foi condenado a 11 anos de prisão, na sexta-feira, por incitação à dissidência, associação ilegal e violação da lei de vistos. Ele também deve comparecer à Justiça na terça-feira por acusações de terrorismo e sedição, pelas quais pode ser condenado à prisão perpétua.

O jornalista trabalhava para a Frontier Myanmar desde meados de 2020. Cobriu o golpe militar e a posterior repressão à dissidência. No momento de sua prisão, no Aeroporto Internacional de Yangon, em 24 de maio, Fenster se preparava para pegar um avião para deixar o país.



Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895