Líderes do G7 prometem fazer o que for preciso para combater Covid-19
capa

Líderes do G7 prometem fazer o que for preciso para combater Covid-19

Governantes disseram que seus ministros de Finanças coordenarão semanalmente a implementação das medidas e desenvolverão ações adicionais

Por
Agência Brasil

Líderes emitiram declaração conjunta, após teleconferência


publicidade

Líderes do G7 (as sete economias mais industrializados do mundo) disseram nesta segunda-feira que estão comprometidos em fazer "o que for necessário" para combater a pandemia de coronavírus e trabalhar em conjunto para proteger a saúde pública, empregos e crescimento.

Após teleconferência nesta segunda-feira, os líderes emitiram uma declaração prometendo abordar os riscos econômicos e a saúde decorrentes da pandemia do Covid-19 e preparar o terreno para uma forte recuperação do crescimento econômico e da prosperidade.

"Resolvemos coordenar medidas e fazer o que for necessário, usando todas as ferramentas de política monetária, para alcançar um forte crescimento nas economias do G7 e para salvaguardar contra os riscos negativos", disseram eles.

"Para esse fim, estamos mobilizando toda a gama de instrumentos, incluindo medidas monetárias e fiscais, bem como ações direcionadas, para apoiar imediatamente e o quanto for necessário trabalhadores, empresas e setores mais afetados. Isso é particularmente importante para pequenas e médias empresas e famílias trabalhadoras", afirmaram.

Os líderes do G7 disseram que seus ministros de Finanças coordenarão semanalmente a implementação das medidas e desenvolverão ações adicionais.

Eles convidaram o Fundo Monetário Internacional (FMI), o Grupo Banco Mundial e outras organizações internacionais a apoiar países em todo o mundo a lidar com a crise.


"Vamos tratar de distúrbios nas cadeias de suprimentos internacionais e continuar nosso trabalho para facilitar o comércio internacional", acrescentaram.