México e EUA prorrogam restrições na fronteira por um mês devido à Covid-19

México e EUA prorrogam restrições na fronteira por um mês devido à Covid-19

Governo mexicano estendeu até 21 de janeiro a restrição de circulação não essencial para conter a propagação do coronavírus

AFP

México ultrapassou os 112 mil óbitos por Covid-19

publicidade

O governo do México disse nesta sexta-feira que, em acordo com os Estados Unidos, estenderá até 21 de janeiro as restrições à circulação não essencial na fronteira para conter a propagação do coronavírus.

Após revisar o desenvolvimento da pandemia em ambos os países, o México propôs aos Estados Unidos "a prorrogação por um mês das restrições ao tráfego terrestre não essencial em sua fronteira comum", informou no Twitter a chanceleria mexicana.

Os dois países mantêm a fronteira de 3.145 quilômetros de comprimento fechada ao tráfego terrestre não essencial, como turistas ou visitantes eventuais, mas permite a passagem de mercadorias, trabalhadores ou estudantes.

A dependência disse que as restrições serão mantidas nos mesmos termos em que foram desenvolvidas desde sua implementação, em 21 de março. "Ambos os países coordenarão as medidas sanitárias na região fronteiriça que estarão vigentes até as 23h59 de 21 de janeiro de 2021", afirmou a chanceleria.

Estados Unidos superou na quinta-feira as 292 mil mortes pela Covid-19, enquanto o México ultrapassa os 112 mil óbitos. 


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895