Maioria dos italianos é a favor de passe sanitário

Maioria dos italianos é a favor de passe sanitário

Pesquisa foi feita pelo jornal La Stampa

AFP

Maioria dos italianos é a favor de passe sanitário

publicidade

Pouco mais de 75% dos italianos são a favor do uso do "passe sanitário" e de uma extensão mais ampla de sua obrigatoriedade no combate à pandemia da covid-19 - revela pesquisa publicada neste domingo (5) pelo jornal La Stampa.

Chamado de "passe verde" na Itália, até então este documento era obrigatório apenas para o pessoal da área de saúde. A partir de 1º de setembro, sua obrigatoriedade se estendeu a professores, passageiros de trens, ônibus de longa distância, aviões e navios.

Veja Também

Quanto à imposição deste passe aos professores, 76,1% dos italianos consultados disseram ser a favor, e 21,4%, contra. Além disso, 75,4% manifestaram que aprovam que também seja obrigatório nos meios de transporte já mencionados, enquanto 21,9% são contra.

Mil pessoas foram ouvidas para esta enquete realizada em 2 de setembro pelo instituto Euromedia Research. Na semana passada, o chefe de governo italiano, Mario Draghi, anunciou que pretende estender seu uso para outros setores da sociedade e da economia.

Na Itália, mais de 71% da população com mais de 12 anos de idade foi vacinada com duas doses de imunizante anticovid-19. Primeiro país da Europa a sofrer a pandemia, acumula 129 mil mortos. 


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895