Manifestações deixam três mortos na Colômbia
capa

Manifestações deixam três mortos na Colômbia

Ministro do interior confirmou óbitos em entrevista coletiva

Por
AFP

Colômbia realiza movimento contra governo de Ivan Duque

publicidade

Três manifestantes morreram em meio a confrontos nos protestos em massa realizados na quinta-feira contra o governo de Iván Duque na Colômbia - anunciou o ministro da Defesa, Carlos Holmes Trujillo, nesta sexta-feira.

"Nas últimas horas, as autoridades confirmaram a morte de duas pessoas em Buenaventura, em meio a distúrbios, e outro em Candelaria, ambos em municípios do (departamento) Valle del Cauca", no oeste do país, informou o ministro em uma entrevista coletiva.

Na quarta-feira, a Organização das Nações Unidas (ONU) já havia demonstrado procupação com o aumento do número de militares nas ruas em meio a rumores de marcha em oposição ao presidente que seria realizada no dia seguinte. A manifestação reuniu 207 mil pessoas, de acordo com a polícia local.

Apesar dos registros de mortes em confrontos entre manifestantes e forças de segurança, os protestos realizados na quinta-feira apresentaram caráter predominantemente pacífico. Desde as ocorrências, o governo Duque deportou 24 venezuelanos acusados de ingressar no país para incentivar turbulências, decretou fechamento de fronteiras e empregou 170 mil novos agentes para reforço da segurança.