Milhares de pessoas nas Filipinas deixam residências antes de passagem de tufão
capa

Milhares de pessoas nas Filipinas deixam residências antes de passagem de tufão

Nomeado de Kamuri, fenômeno deve ter rajadas de vento superiores a 185 km/h

Por
AFP

Quase 20 tempestades e tufões, em média, atingem as Filipinas a cada ano

publicidade

Dezenas de milhares de pessoas seguiram para abrigos nas Filipinas antes da chegada do potente tufão Kammuri, que também alterou os planos dos Jogos do Sudeste Asiático, que acontecem na região de Manila. O Kammuri deve tocar o solo no fim da noite de segunda-feira ou nas primeiras horas de terça-feira no Leste do país, provocando chuvas intensas e rajadas de vento superiores a 185 km/h, de acordo com o serviços meteorológico.

A tempestade passará por Manila, onde vivem mais de 13 milhões de pessoas e que receberá a partir de sábado os Jogos do Sudeste Asiático. Quase 70 mil  pessoas abandonaram suas casas na região de Bicol, que deve ser a primeira atingida pelo tufão. "Esperamos que não provoque danos, mas considerando a força (do Kammuri) será difícil", declarou Mark Timbal, porta-voz da agência nacional de desastres. "Retiramos por precaução os moradores das áreas que estão na trajetória da tempestade", completou.

O serviço meteorológico também alertou para a possibilidade de deslizamentos de terra e ondas de até três metros. Quase 20 tempestades e tufões, em média, atingem as Filipinas a cada ano, o que provoca centenas de mortes e obriga o deslocamento de milhares de pessoas nas áreas mais expostas a desastres. A tempestade mais letal que atingiu o país foi o supertufão Haiyan, que deixou mais 7,3 mil mortos e desaparecidos em 2013.