Nada indica que Turquia vá parar ofensiva na Síria, diz Pentágono
capa

Nada indica que Turquia vá parar ofensiva na Síria, diz Pentágono

Ancara realiza operação militar contra uma milícia curda

Por
AFP

Mais de 60 mil pessoas foram realocadas na Síria devido à ofensiva turca

publicidade

O chefe do Pentágono disse nesta sexta-feira que a Turquia, que está realizando uma operação militar contra uma milícia curda no norte da Síria, não mostrou sinais de estar disposta a interromper sua ofensiva. "Não tenho indicação de que eles querem parar com sua operação", afirmou o secretário de Defesa Mark Esper em entrevista coletiva em Washington, com base em uma ligação telefônica na quinta-feira com seu colega turco, Hulusi Akar.

Por sua parte, o chefe do Estado-Maior Conjunto, Mark Milley, disse que não ver "nenhuma indicação ou sinal precursor de que os sírios venham a deter sua intervenção militar".

Antes, Esper havia solicitado que Ancara interrompesse sua operação militar na Síria. No entanto, a ofensiva turca contra os curdos no território sírio é "relativamente limitada", segundo Milley. "Os turcos realizaram ataques de artilharia e abriram fogo com seus tanques do lado norte da fronteira. Quanto às forças que seguiam para o sul, acreditamos que é relativamente limitado em termos de forças terrestres", disse o oficial de mais alta patente do Exército dos Estados Unidos.