Netanyahu exige que Jihad Islâmica interrompa ataques

Netanyahu exige que Jihad Islâmica interrompa ataques

Foram disparados mais de 200 foguetes de gaza contra Israel

AFP

Bombardeios na região já mataram 18 palestinos em dois dias

publicidade

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, exigiu nesta quarta-feira que o movimento palestino Jihad Islâmica interrompa os ataques de foguetes contra Israel ou os bombardeios sobre Gaza, que já mataram 18 palestinos, continuarão.

"Eles têm uma opção: interromper os ataques ou absorver mais e mais bombardeios. A escolha é deles", afirmou o primeiro-ministro em uma reunião de gabinete.

Netanyahu disse que intenção de Israel não era uma nova escalada em Gaza. Desde terça-feira foram disparados mais de 200 foguetes de Gaza em direção ao território do Estado hebreu, sem provocar vítimas.


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895