OMS aprova homologação de emergência para vacina chinesa Sinopharm

OMS aprova homologação de emergência para vacina chinesa Sinopharm

Eficácia da vacina em ensaios clínicos de fase III em vários países foi de 78,1% após duas doses

AFP e Correio do Povo

publicidade

A Organização Mundial da Saúde (OMS) aprovou, nesta sexta-feira, a homologação de urgência para a vacina anticovid chinesa Sinopharm, anunciou o diretor-geral desta agência, Tedros Adhanom Ghebreyesus. O comitê de especialistas da OMS recomendou o imunizante chinês para as pessoas de mais de 18 anos. O produto já foi autorizada por 45 países e jurisdições para uso em adultos, com 65 milhões de doses administradas.

O documento da OMS inclui resumos de dados de ensaios clínicos na China, Bahrein, Egito, Jordânia e Emirados Árabes Unidos. A eficácia da vacina em ensaios clínicos de fase III em vários países foi de 78,1% após duas doses, disse o documento. A eficácia na prevenção da hospitalização foi de 78,7%, mas a chance de prevenção da gravidade "não foi estimada". A maioria das reações adversas foram ligeiras a moderadas, sendo as dores no local da injeção, dores de cabeça e fadiga as mais frequentes.

Os Emirados Árabes Unidos aprovaram uma vacina Sinopharm no início de dezembro de 2020, tornando-se o primeiro país estrangeiro a aprovar a vacina Covid-19 desenvolvida pela China. Pequim se comprometeu a compartilhar a vacina a um custo justo – um impulso potencial para os países asiáticos mais pobres, que de outra forma dependem da distribuição limitada oferecida pelo esquema Covax. 


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895