Parte dos manifestantes começa a deixar o setor da embaixada dos EUA

Parte dos manifestantes começa a deixar o setor da embaixada dos EUA

Uma de suas facções prometeu permanecer na frente da sede diplomática atacada na terça-feira

AFP

Manifestantes cercaram embaixada dos EUA no Iraque

publicidade

Manifestantes pró-iraquianos começaram a deixar os arredores da embaixada dos Estados Unidos em Bagdá nesta quarta-feira a pedido de Hashd al Shaabi, uma coalizão de paramilitares iraquianos, mas uma de suas facções prometeu permanecer na frente da sede diplomática atacada na terça-feira. O Hashd pediu em um comunicado aos seus apoiadores que permanecesse do lado de fora da Zona Verde, em Bagdá, área onde a embaixada está localizada. Imediatamente, os manifestantes começaram a desmantelar as tendas que haviam instalado no dia anterior para realizar uma manifestação que prometia que seria por tempo indefinido, disse um fotógrafo da AFP.

Um chefe das brigadas do Hezbollah, a facção que no domingo foi alvo de atentados americanos que mataram 25 pessoas, disse à AFP que seus homens "permanecerão em frente à embaixada, mesmo que as outras facções partam".


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895