Perseverance buscará vida e testará voo e produção de oxigênio em Marte

Perseverance buscará vida e testará voo e produção de oxigênio em Marte

Sonda que pousou nesta quinta é a mais rápida e sofisticada já operada no planeta

AFP

Pouso usou sistema de plataforma elevada inédito

publicidade

A sonda Perseverance, que pousou com sucesso em Marte nesta quinta-feira, será a mais rápida e com mais sofisticados instrumentos já operada pela Nasa no planeta. A missão principal será identificar traços mais concretos de se houve vida marciana, mas as primeira operações serão de testes paralelos.

A Nasa quer, em particular, demonstrar que é possível fazer um veículo motorizado voar em outro planeta. O helicóptero, denominado Ingenuity, tentará voar em uma atmosfera com densidade equivalente a 1% da terrestre.

Além dele, dois microfones têm a função de gravar o som do planeta vermelho. A Nasa também experimentará a produção de oxigênio em Marte. Um instrumento denominado MOXIE, do tamanho da bateria de um carro, deverá ser capaz de produzir até 10 gramas de oxigênio em uma hora, sugando dióxido de carbono da atmosfera, em um processo similar ao de uma planta. Este oxigênio poderia ser utilizado para que os humanos que viajarem a Marte no futuro possam respirar, mas também como combustível.

O Perseverance é o quinto veículo a pousar em solo marciano. Desde o primeiro, em 1997, todos são norte-americanos, e um deles, o Curiosity, segue em missão no planeta.

O Perseverance se move a uma velocidade máxima de 0,16 km por hora, o que parece lento, mas supera todos os seus antecessores e, enquanto se desloca, analisa o solo em busca de matéria orgânica, faz um mapa da composição química e analisa a presença de vapor.

"Nós, astrobiólogos, sonhamos com essa missão durante décadas", disse Mary Voytek, diretora do programa deste braço científico da Nasa. Conseguir trazer de volta as rochas para a Terra é crucial, já que um fóssil pode ter um formato similar à marca deixada pela chuva, por exemplo.


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895