Policial americano é detido por morte de George Floyd

Policial americano é detido por morte de George Floyd

Procuradores acusaram Derek Chauvin de homicídio de terceiro grau

AFP

A agressão, conforme mostra o vídeo, durou pelo menos cinco minutos

publicidade

O policial demitido de Minneapolis que matou um homem afro-americano algemado após se ajoelhar sobre seu pescoço de um afro-americano em uma abordagem foi acusado nesta sexta-feira de homicídio de terceiro grau, informaram os procuradores. Derek Chauvin foi detido nesta sexta-feira.

"O ex-policial de Minneapolis, Derek Chauvin, foi acusado pela procuradoria do condado de Hennepin por assassinato e homicídio culposo", disse o procurador do condado, Mike Freeman, a jornalistas, especificando que a acusação foi de assassinato em terceiro grau. Freeman disse que "antecipa" que também possam ser apresentadas acusações adicionais contra os outros três policiais suspeitos de envolvimento na morte de Floyd, mas se recusou a abordar essas possíveis medidas.

Em protesto contra o crime, manifestantes colocaram fogo em uma delegacia de Minneapolis, no estado de Minnesota, Estados Unidos, na noite desta quinta-feira. Foi o o terceiro dia de manifestações contra o assassinato de George Floyd. Os policiais abandonaram o edifício antes do início do incêndio e não há informações sobre vítimas. 

Mais cedo, o governador de Minnesota, Tim Walz, acionou a Guarda Nacional para conter os protestos. A ordem veio após pessoas irem às ruas - alguns mais exaltados quebraram estabelecimentos comerciais e provocaram incêndios - e o Departamento de Justiça anunciar que uma investigação federal sobre a morte de Floyd era uma prioridade. 

 


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895