Popularidade de Piñera no Chile cai para 10% em meio à crise, diz pesquisa
capa

Popularidade de Piñera no Chile cai para 10% em meio à crise, diz pesquisa

Manifestações que exigem reformas sociais marcam cenário do país latino-americano

Por
AFP

Segundo pesquisa, apenas 10% dos chilenos aprova gestão de Piñera

publicidade

A popularidade do presidente chileno, Sebastián Piñera, caiu para um novo mínimo histórico, chegando a 10%, abalada por uma profunda crise social que desafia o governo e prejudica a economia do país, segundo pesquisa da Cadem divulgada nesta segunda-feira.

A pesquisa mostra uma queda de dois pontos na aprovação do direitista que tenta conter a violência desencadeada em meio a manifestações que exigem reformas sociais a fim de reverter altas taxas de desigualdade. Quarenta e seis dias após o começo dos protestos, 82% dos chilenos desaprovam a administração do presidente.

A pesquisa, realizada com base em telefonemas na semana anterior com 708 pessoas, também aponta que 67% dos entrevistados concordam com os protestos, mas 96% discordam dos saques e roubos de lojas.