Povoado suíço poderá ser esvaziado por 10 anos para desmantelar arsenal

Povoado suíço poderá ser esvaziado por 10 anos para desmantelar arsenal

Antigo depósito de Mitholz, contendo 3.500 toneladas de munição, desmoronou parcialmente e vários explosivos estão enterrados sob as rochas

AFP

publicidade

Os habitantes de um vilarejo suíço foram informados que poderão ter de deixar sua localidade por pelo menos uma década, o tempo necessário para desmantelar e limpar um depósito de munições que remonta à Segunda Guerra Mundial.

O antigo depósito de Mitholz, no cantão de Berna, que ainda contém 3.500 toneladas de munição, desmoronou parcialmente e vários explosivos estão enterrados sob as rochas. Esse local explodiu parcialmente em 1947, causando a morte de nove pessoas, mas o risco de uma nova explosão foi subestimado por décadas.

O Ministério suíço da Defesa, que lançou uma consulta popular esta semana, estima que o risco atual é inaceitável e que uma evacuação prolongada é a melhor solução. "O trabalho terá repercussões na população em questão e nas vias de acesso", alertou o Ministério em um comunicado. "De acordo com nosso conhecimento atual, é de se esperar que o período de evacuação dos moradores ultrapasse dez anos, dependendo do desenvolvimento das obras", acrescenta o texto.

As estradas vizinhas terão de ser reforçadas, ou desviadas, e uma ferrovia, especialmente protegida.

A consulta à população local, de algumas centenas de pessoas, termina em 17 de abril. Se a evacuação for muito problemática, as autoridades podem decidir cobrir o depósito com rochas, o que reduziria significativamente os riscos em caso de explosão.

Em sua página on-line, o Ministério da Defesa também informou que milhares de toneladas de munição não utilizada foram jogadas nos lagos suíços, mas o risco de explosão é "praticamente nulo".


Mais Lidas

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895