Prefeito de Wuhan oferece cargo após admitir demora na informação sobre vírus

Prefeito de Wuhan oferece cargo após admitir demora na informação sobre vírus

Ele pediu que o público entendesse, pois só poderia divulgar informações depois de obter autorização do governo central.

AE

Zhou Xianwang afirmou que a resposta de sua administração ao surto “não foi boa o suficiente”

publicidade

O prefeito de Wuhan, cidade no epicentro do surto do novo tipo de coronavírus na China, colocou o cargo à disposição após críticas sobre falta de transparência na divulgação de informações sobre o surto de coronavírus, informa a mídia chinesa. O secretário do Partido Comunista da China em Wuhan, Ma Guoqiang, também colocou o cargo à disposição. "Nossos nomes viverão na infâmia, mas se for necessário para o controle da doença e à vida e segurança das pessoas, o camarada Ma Guoqiang e eu assumiremos qualquer responsabilidade", disse Zhou Xianwang.

Em entrevista à emissora de televisão estatal chinesa, Xianwang admitiu que informações sobre o contágio do vírus não foram divulgadas em tempo hábil. Mas pediu que o público entendesse, já que o governo local só poderia divulgar informações depois de obter autorização do governo central. Zhou Xianwang disse que suas "mãos estavam atadas" já que regras locais exigiam a aprovação de Pequim antes de divulgar informações confidenciais.

De acordo com a mídia chinesa, o prefeito de Wuhan também afirmou que cerca de cinco milhões de pessoas deixaram Wuhan por causa do Festival de Primavera antes do fechamento da cidade.

 

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895